Saiba o que a família real britânica come no Natal

Darren McGrady, ex-“chef” de Isabel II, revela as tradições gastronómicas da família real britânica na quadra natalícia.

O Natal da família real britânica, assim como o de tantas outras, é feito de tradições. Todos os anos, a Rainha Isabel II desloca-se até Norfolk, onde tem uma das suas residências, no dia 19 ou 20 de dezembro, e os restantes elementos chegam na véspera de Natal, por volta da hora do almoço.

Esta é uma das informações dadas por Darren McGrady, um dos antigos chefs da monarca de 90 anos, que explicou agora, no seu livro Eating Royally – Recipes and Remembrances from a Palace Kitchen outros detalhes sobre a quadra que se avizinha no seio da família real britânica.

“Depois de um chá durante a tarde de Consoada, eles abrem os seus presentes. Na manhã de Natal, a família tem por hábito tomar um pequeno-almoço reforçado antes de se deslocarem até à Igreja para a missa. No grande almoço que se segue, é normal haver salada de camarão ou lagosta, bem como peru assado acompanhado com cherovias, cenouras, couves de Bruxelas. Na sobremesa, pudim com manteiga de Brandy.

“Esta é a refeição que eles mantêm há anos. Depois de comerem, todos se sentam para assistir ao discurso natalício da rainha e voltam a juntar-se para beber chá à tarde e comerem o tradicional bolo de frutas. Ao jantar do dia 25, espera-os uma refeição buffet com 15 a 20 confeções diferentes. Os aperitivos e canapés não são muito usados no Natal, mas sim na véspera de Ano Novo”, acrescenta o ex-chef da família real britânica.

Darren McGrady revela também que Isabel II gosta de presentear o chef responsável pela ementa natalícia com um copo de uísque, no dia 25. “É a única altura em que o cozinheiro vai até à sala de jantar da família”, diz.

Fonte: DN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *